quarta-feira, 16 de julho de 2008

“A função do crítico não é trazer numa bandeja de prata uma verdade que não existe, mas prolongar o máximo possível, na inteligência e na sensibilidade dos que o lêem, o impacto da obra de arte.”
(André Bazin, um dos fundadores da Cahiers Du Cinéma)

Um comentário:

Alice disse...

Adorei a frase sobre a crítica, muito inteligente, ele foi um dos fundadores dessa revista não foi? Gosto mto tb sobre todo o conceito defendido por ele sobre um cinema renovador mesmo não sendo muito fã de todo discurso da nouvelle cague.