sábado, 25 de julho de 2009

Ainda sobre Alpha Dog...

Como nunca falei deste filme aqui, o post abaixo me fez rever isso e cá estou deixando um registro. Alpha Dog foi um filme menosprezado pela bilheteria, pelo público. É um grande filme sobre a adolescência, a juventude e a liberdade sem limites e suas consequências. Conta a história real de um garoto de 15 anos assassinado brutalmente por uma gangue de jovens riquinhos da California que queriam cobrar uma dívida de drogas de um outro jovem desajustado,irmão do jovem que morre. O filme foi feito com o coração. Nick Cassavetes, um excelente diretor de atores, contou a história desses jovens sem buscar culpados, retratando toda a tristeza do ocorrido com muita imparcialidade e dignidade. A sequencia de abertura é de uma delicadeza e tão bem sacada que dá vontade de aplaudir, uma ideia simples na verdade, vídeos antigos reais dos atores qdo crianças ao som de Somewhere Over The Rainbow ilustram bem a intenção do diretor: sob um certo ãngulo, trazemos para sempre dentro de nós a criança que já fomos um dia. Esse é um ponto de vista que os pais geralmente tem dos filhos. E foi o mesmo olhar paternal que Nick Cassavetes lançou sobre essa trágica história que na vida real terminou na semana passada quando o chefe da gangue foi condenado à prisão perpétua. Jesse James Hollywood foi preso em 2005 adivinha aonde? No Brasil, isso mesmo...no filme ele tem o nome de Johnny Truelove e é interpretado pelo sempre bom Emile Hirsch. A liberdade excessiva com que vivem esses jovens, suas vidas abastadas e sem desafios e as relações com pais ausentes montam um retrato triste da juventude americana. Um filme muito bem feito que merece ser visto.

2 comentários:

Sheyna A. A. disse...

Filmes de adolescentes que se drogam são tristes. Graças a Deus meu único, ou pior vício, vcs me ajudaram a curar. Deixar minhas unhas em paz, inclusive no cinema.
Fiquei mais curiosa para assistir o outro que você apenas citou, Horas de Verão.
E como quem cala consente, e eu continuo quebrando seu silêncio.
Apesar que seria muito melhor se quebrasse o seu. :)
Now, I`ll keep following the rabbit. kk

Rafael disse...

Poxa parte onde vc disse q o filme foi menosprezado por todos( resumindo) foi justamente o q achei quando vi o filme me dvd!
Merecia mais!
e a cena da mãe real do garoto q morreu...
Nossa Sharon me emocionou tbm!!!
Parabéns pelo blg!
mais novo leitor assiduo!