domingo, 2 de novembro de 2008

Vicky Cristina Barcelona

É assim mesmo, sem vírgulas, sem rodeios, que se escreve o título do novo filme de Woody Allen e que Juan Antonio aborda duas turistas americanas num restaurante em Barcelona: "- Que tal passarmos o fim de semana juntos, apreciando arte, bebendo vinho e fazendo sexo?"
O convite vem de um pintor conhecido na região feito por Javier Bardem. As turistas, Scarlett Johansson e Rebecca Hall, se assustam, debocham, resistem mas acabam cedendo ao convite. O filme começa a pegar fogo quando surge a ex-mulher do pintor, Penelope Cruz, formando o casal que sempre briga mas não consegue viver separado.
Traições, infidelidade, paixões arrebatadoras, tem tudo isso no filme de Woody Allen que é um cara que sabe como poucos olhar para os absurdos que se escondem nos detalhes do nosso cotidiano.
A proposta indecorosa que o pintor espanhol lançou na mesa para as turistas soa divertida tamanho o absurdo da oferta e porque ao mesmo tempo se percebe que mulheres que viajam sozinhas sempre buscam descobertas. "Pensando bem, que mal há em aceitar esse convite...?"
O release do filme tenta bobamente vender a idéia de que nunca Woody Allen foi tão ousado dando a entender que no filme encontraremos cenas tórridas de sexo. Lembro de ter lido alguns na imprensa, na época em que o filme foi exibido em Cannes em maio deste ano, classificando Vicky Cristina Barcelona de amoral, de propagar uma certa "frivolidade"...Acho isso tudo muito superficial porque assim como na vida sexo é muito pouco de tudo que se pode ter de uma mulher, esse aspecto da moral, da ética num trabalho do sr Allen é muito pouco pra se levar desse filme delicioso. Aliás, falando em moral, fiquei pensando que não foi à toa que o primeiro nome do título é o da personagem de moral mais convencional e que na minha opinião conduz toda a história, Vicky, a noivinha americana que tenta mas não consegue resistir ao charme latino de Bardem.
Me deu vontade de saber o que Almodóvar achou do filme...acho que deve ter ficado com uma certa inveja...Vicky Cristina Barcelona é muito bom! Tem momentos engraçadíssimos e um roteiro inspirado...achei a narração em off um pouco 'presente' demais às vezes...mas nada que comprometa o brilho desse inspirado trabalho de Woody Allen. Esses ares europeus estão fazendo muito bem a ele...


Veja onde tá passando clicando aqui.

2 comentários:

Renata - sempreA2 disse...

Vi este filme há uns dois finais de semana, achei a história batida, e a cena que todos se apegavam para mim não teve nada de mais, o filme é bonzinho, bom para assistir naquele domingo a tarde chuvoso e em dvd. Gostei muito mais de Match point.
Ah postei sobre a atuação de Penelope Cruz no meu blog, que para mim foi quem salvou o filme.

http://dicadadrica.wordpress.com/ disse...

amei amei ! e a penelope cruz mesmo com cara de acabada consegue ser a mais linda e sexy de sempre .
então , fui ver o queime depois de ler hoje . gostei bastante .
bisous